suas instituições
Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006
Associação Cívica Para a Criação do Concelho de Vila Meã

image009.png

Um Projecto de Futuro

Na convicção de que a criação do concelho de Vila Meã vai ao encontro das mais legítimas e fundas aspirações das populações de Ataíde, Banho e Carvalhosa, Castelões, Mancelos, Oliveira, Real, S. Mamede de Recesinhos e Travanca, no final de 1998 um grupo de cidadãos destas freguesias fundou a Associação Cívica para a Criação do Concelho de Vila Meã. A escritura pública foi formalizada no Cine-Teatro Raimundo Magalhães no dia 18 de Dezembro desse ano.

Uma tarefa se impunha desde logo: a elaboração de um projecto para posterior apresentação às forças políticas com representação parlamentar. A tarefa foi cumprida rapidamente: o referido projecto foi dado a conhecer numa sessão realizada no dia 19 de Junho de 1999 novamente no Cine-Teatro Raimundo Magalhães, sede histórica desta Associação e indiscutível Centro Cívico da nossa terra.

A partir de então, houve várias reuniões com os representantes dos partidos políticos, nomeadamente em Lisboa, na Assembleia da República. De uma forma geral, todos têm demonstrado grande compreensão para com as nossas pretensões; foi, porém, o CDS/PP que desde logo se disponibilizou para apresentar oficialmente o projecto de criação do concelho de Vila Meã. Esse acto já ocorreu por três vezes: em 2001 (Projecto de Lei n.º 432/VIII); em 2004 (Projecto de Lei n.º 413/IX) e em 2006 (Projecto de Lei n.º 210/X).

Não é por capricho ou destemperada ambição que se pretende a criação do concelho de Vila Meã. Pelo seu passado, pelo seu presente e sobretudo pelo futuro que aqui queremos construir, esta terra justifica-o plenamente. Foi sede de um grande concelho (o sexto maior do distrito do Porto); chamava-se então Santa Cruz de Riba Tâmega. Chegou a ter 23 freguesias. Foi extinto em 24 de Outubro de 1855. Não pretendemos a sua restauração. O que queremos “construir” tem apenas 8 dessas 23 freguesias (5 de Amarante, 2 de Penafiel e 1 do Marco de Canaveses). O impacto nestes concelhos não será significativo; em contrapartida, para Vila Meã, a criação do município abrirá perspectivas de crescimento e desenvolvimento que nos estarão vedadas se a actual situação se mantiver.

O que a Associação Cívica para a Criação do Concelho de Vila Meã pretende, em suma, é levantar as ruínas da nossa memória colectiva, construir o novo “edifício” municipal, símbolo de uma autonomia recuperada e de um futuro mais próspero para todos quantos aqui vivem.

António J. Queirós

Leia aqui o Projecto de Lei 210 / X / 1 : Criação do concelho de Vila Meã



publicado por RC às 19:36
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
.
Olá BloGuista.
.
.
Informações Úteis às PESSOAS DAS CLASSES SOCIAIS Média, Média-Alta, Alta e Ricos. Alunos do Secundário e alunos Universitários.
.
.
Sabiam que:
.
.
*** EM CADA DOIS (2) ALUNOS UNIVERSITÁRIOS UM (1) NÃO ACABARÁ O CURSO !?!?!?!?!?!?!?!?!
.
.
Nota: Em ENGENHARIA É MUITO PIOR. Em cada quatro (4) alunos universitários três (3) não acabarão o Curso !?!?!?!?!?!?!?!?!
.
.
Ou seja. Dos alunos que entram nas Universidades e Politécnicos (Públicas ou Privadas) cinquenta por cento (50%) – não chega – a acabar o curso. A maior parte desiste nos 3 primeiros anos do Curso.
.
No total Duzentos e Vinte e Cinco Mil (225.000) alunos não terminarão o Curso. Logo Dinheiro do Estado e dinheiro das Famílias deitados ao lixo todos os anos (Mais de Quatro Mil e Quinhentos Milhões (4.500.000.000) de Euros anuais).
.
.
Nota Importante: E NÃO SE PREOCUPEM COM OS POBRES. Porquê?!?! Porque nas Universidades e Politécnicos (Públicos e Privados) há:
.
.
- Um por Cento (1%) de Pobres;
.
- Sete por Cento (7%) de Classe Média-BAIXA.
.
- Noventa e Dois por Cento (92%) de Classes Média, Média-Alta, Alta e Ricos. E SÃO ESTES QUE SÃO BURLADOS!!! Abram os Olhos!
.
.
.
*** Um Curso de cinco (5) anos é feito, em média, em oito (8) ou nove (9) anos!
.
.
? NÃO SE ACREDITAM NESTAS INFORMAÇÕES?:
.
Perguntem às Associações de Estudantes, aos Administradores dos Serviços de Acção Social, aos Reitores e aos Presidentes das Universidades e Institutos Politécnicos, tanto Públicos como Não-Públicos. Aos Políticos não vale a pena perguntarem! Eles já têm trabalho que chegue.
.
.
SOLUÇÕES SIMPLES:
.
i -- Fechem todas as Universidades e Institutos Politécnicos durante cinco (5) anos e ABRAM ESCOLAS SECUNDÁRIAS TÉCNICO PROFISSIONAIS COM ACESSO À UNIVERSIDADE.;
.
In “Livro aconselhado às Escolas Técnico Profissionais com acesso ao Ensino Superior”, http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_12.html#893945
.
.
E/OU ENTÃO,
.
.
ii -- AUMENTEM AS PROPINAS, anualmente, para CINCO (5) VEZES o SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL (nos Institutos Politécnicos Públicos e nas Universidades Públicas).
.
Prova dos Nove contra os Aldrabões e Aldrabonas e a sua “Ladainha dos Pobrezinhos”:
.
Ver: “Alunos COM POSSES têm mais hipóteses no ENSINO (superior) PÚ-BLI-CO”, http://jn.sapo.pt/2004/08/22/sociedade/ha_portugal_cultura_facilitismo.html
.
.
PROPOSTA DE MELHORIA:
.
Que a maior parte dos COLÉGIOS deixe de ministrar o Ensino Secundário GERAL (+/- igual a Palha com notas inflacionadas) e passe a ministrar o Ensino Secundário TÉCNICO-PROFISSIONAL. Com acesso ao Ensino Superior. É lógico!
.
.
OFERTA PELA DIVULGAÇÃO DESTE DOCUMENTO:
.
TODOS os Alunos PODEM E - DEVEM – Candidatar-se / Concorrer TODOS os anos à BOLSA DE ESTUDO nas Universidades e Institutos Politécnicos (Públicos e Não Públicos):
.
"Oh ALUNOS Portugueses III" - SUBSÍDIO ESCOLAR e BOLSA DE ESTUDO , 30 Abril de 2004 em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html#128423
.
NOTA: A BOLSA DE ESTUDO SERVE, entre outras coisas, PARA PAGAR AS PROPINAS aos alunos que não têm dinheiro suficiente para as pagar.
.
.
José da Silva Maurício






De Emanuel a 7 de Setembro de 2013 às 14:49
Fez aí um belo estudo... agora esses valores desculpe la mas são no minimo ridiculos nem sei qual a amostra que utilizou... mas de certeza nao reflete o que se passa no país.
Desde dos ditos milhoes deitados ao lixo a percentagem dos concluem os cursos superiores passando pelas percentagens relativas a classe social dos estudantes universitarios.

Anedótico.

Boas leituras e cumprimentos


De Habitante de Carvalhosa a 27 de Janeiro de 2009 às 14:09
Não me lembro de me terem perguntado a opinião acerca deste tema.... nem aos restantes habitantes de Carvalhosa. Portanto será abusivo da vossa parte incluirem freguesias neste vosso "projecto" sem consultarem a população.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

O Pelourinho

Associação Cívica Para a ...

O Folclore em Vila Meã

O Folclore em Vila Meã

O novo Brasão de Vila Meã

Clube de Caça e Pesca de ...

Atlético Clube de Vila Me...

Associação Humanitária do...

Externato de Vila Meã

Associação de Beneficênci...

arquivos

Março 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds